Todos os ônibus são zero km?

Neste momento, 50% da frota, ou seja, 123 veículos são zero km. O restante da frota, 50% dos ônibus, pode ser substituído em até três anos, sendo 33% a cada ano.

Qual é a idade máxima dos ônibus?

A idade máxima permitida para os veículos integrantes da frota será de 12 anos para os veículos Pesados Especiais, que farão as linhas troncais, e 8 anos para os demais.

Haverá acompanhamento e informações atualizadas sobre os ônibus em tempo real?

A frota da BluMob fururamente estará equipada com equipamentos de GPS. O prazo para o monitoramento via GPS, que permitirá que usuário, Seterb e a central de controle acompanhem 100% da operação em tempo real, sabendo, por exemplo, quanto tempo falta para chegar a cada ponto, tempo das viagens, entre outros dados, é de 12 meses a partir do início da operação da BluMob. O mesmo prazo se aplica para o lançamento do aplicativo de celular para os usuários acompanharem as viagens.

Quem é responsável pelos terminais e estações?

A BluMob é responsável pelos serviços de vigilância dos terminais, sendo que todas as demais atividades são de responsabilidade do poder público, como manutenção e limpeza, conforme constou no edital de licitação.

Por que os ônibus não tem ar-condicionado?

O ar-condicionado não foi exigido no edital da licitação, possivelmente porque exerce um peso considerável em termos de tarifa. Ele encarece as passagens, pois a aquisição, operação e manutenção dos ônibus com ar-condicionado são mais elevadas.

Por que a BluMob não tem ônibus articulados?

O edital previa duas opções de veículos nomeados “pesados especiais”, de maior capacidade, para operação principalmente na linha “troncal 10”: poderiam ser os articulados ou veículos com no mínimo 15 metros de comprimento. A BluMob optou pelos veículos de 15 metros para as linhas de maior demanda, considerando suas características técnicas (seus benefícios ao sistema) e as questões de oferta x demanda:

- Nele não há aquela “sanfona” no meio do veículo, espaço que normalmente acaba menos aproveitado em virtude da sensação que é gerada ao viajar em pé neste espaço.

- Estes veículos são ágeis, apesar de seu tamanho. Tem motorização de ponta, excelente torque. Isto representará viagens em tempo mais curto quando comparado a um articulado.

- Como estes veículos não trafegam 100% do tempo em corredores exclusivos e segregados aqui na cidade, há que se considerar que acabam por dividir espaço com veículos menores em alguns momentos. A escolha dos 15 metros também levou em consideração, então, a dirigibilidade, a segurança nas manobras e curvas. Um dos eixos traseiros “gira” em sentido oposto ao dianteiro, exigindo menor espaço para seu giro, mais conforto ao passageiro.

- São veículos versáteis: apesar de ter alta capacidade, não precisarão operar exclusivamente em horários de pico. Assim, estarão à disposição no troncal 10 e outras linhas de alta demanda durante todo o dia.

Algo muda nos meus cartões? E os créditos que comprei da Piracicabana?

Nada muda neste momento em relação aos cartões, ou seja, não serão trocados. Os novos equipamentos da bilhetagem eletrônica farão normalmente a leitura dos cartões já existentes. O saldo de créditos existente nos cartões no dia da mudança da Piracicabana para BluMob permanece.

Haverá mudança no endereço para atendimento para, por exemplo, serviços de emissão de segunda via de cartão, recadastro, gratuidades?

Não. O atendimento será mantido na Rua Ceará, 47, no centro de Blumenau.

Por que foi escolhida a cor prata para os veículos novos?

Muitos não sabem, mas todas as especificações da frota estão determinadas pelas regras que constam no edital e seus anexos técnicos (e normalmente é assim que ocorre nos serviços de transportes licitados pelo poder público em qualquer lugar). A escolha da cor da frota não é feita pela empresa.
Outras especificações do edital incluem: tipo da frota, quantidade de poltronas, cor dos revestimentos de bancos e dos acabamentos, locais e conteúdo de adesivos internos e externos, quantidade de ônibus, tamanho e cor das luzes do itinerário eletrônico. Tudo isso foi definido no edital publicado. Em resumo, não são escolhas da empresa, mas regras contratuais que podem ser conhecidas por qualquer um que consultar o edital.
E as obrigações e regras não param na frota. Há padrões exigidos em todas as atividades que a empresa executa para a prestação dos serviços, tais como índices de qualidade e operação, canais de atendimento, tecnologias a empregar futuramente, tamanho e detalhe da garagem. 

Como funcionará o Wi-Fi?

Ao entrar em cada um dos veículos da nova frota e ativar a busca de redes wi-fi em seus dispositivos móveis, o usuário encontrará uma rede chamada BluMob. Na sequência vem uma numeração que é o número de ordem do veículo, utilizado para todo tipo de controle do mesmo. Basta selecionar esta rede, dar um aceite nos termos de uso e ficar conectado. Lembrando que o acesso é totalmente gratuito.